Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

minhas notas

Muita atenção, amigos

14.05.09 | minhasnotas

Nas mais de quatro mil paróquias portuguesas tem havido um aumento de pedidos de auxílio, reflexo da crise que se faz sentir desde "as serras do interior ao litoral" do país.

É a situação financeira que as leva a pedir ajuda à Igreja, mas muitas mulheres acabam por confessar aos párocos terem sido abandonadas pelos maridos desempregados. Os padres alertam para um novo fenómeno: a falta de trabalho está a destruir famílias.

Nas mais de quatro mil paróquias portuguesas tem havido um aumento de pedidos de auxílio, reflexo da crise que se faz sentir desde "as serras do interior ao litoral" do país. "Em termos médios nacionais, o aumento situa-se nos 30 por cento" desde o final do ano passado, disse à Lusa Eugénio Fonseca, presidente da Cáritas Portuguesa.


"Começa a haver situações de mulheres que ficam sozinhas porque os maridos, desempregados, não toleram a situação em que se encontram: consideram-se minimizados", contou à Lusa Eugénio Fonseca, explicando que os homens actuam "relevados pela vergonha", por acharem que "não têm nada para contribuir". "Acabam por abandonar a casa e criar mais um problema que é deixar a mulher sozinha com os filhos", lamenta.

 

                                                                   Notícia do Jornal de Notícias de 14.5.2009

1 comentário

Comentar post