Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

minhas notas

Pio XII

16.06.09 | minhasnotas

Fundação diz que Pio XII foi um “verdadeiro herói”

 

A fundação “Pave the Way”, que promove o diálogo inter-religioso, afirma ter encontrado mais de 2300 páginas de documentos que provam o esforço de Pio XII para salvar judeus durante a Segunda Guerra Mundial.

 

A descoberta foi anunciada pelo presidente da fundação, Gary Krupp, que é ele mesmo um Judeu. Os documentos terão sido encontrados num mosteiro em Avellino, em Itália. O papel desempenhado por Pio XII tem estado no centro de uma polémica aberta entre a Igreja Católica e grupos de judeus que acusam o Papa italiano de não ter feito o sufi ciente para ajudar os judeus perseguidos durante a guerra.

Os católicos ripostam, afirmando que o Papa fez tudo ao seu alcance, mas que não podia fazê-lo abertamente por causa da ameaça nazi às portas do Vaticano, e para preservar as populações católicas nos territórios ocupados, incluindo na Alemanha.

 

Os papéis agora encontrados, garante Krupp, revelam “vários exemplos de acções directas e do ministério pastoral de Eugénio Pacelli no sentido de salvar judeus da tirania nazi”. Contêm ainda provas da sua intercessão junto dos turcos otomanos em favor dos judeus na Palestina em 1917.

A pesquisa permite chegar à “conclusão inegável” de que “Pio XII foi um verdadeiro herói” da Segunda Guerra Mundial, que possivelmente salvou mais judeus do que todos os líderes religiosos e políticos do mundo, juntos. “Num espírito de verdadeiro heroísmo, fez tudo isto perante a ameaça directa de espingardas alemãs a 100 metros da sua janela”, diz Krupp.

 

                                    Página Um, da Renascença, 16.6.2009

 

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.